Roupa feita de roupa: conheça o upcycling

Grande parte da poluição causada pela indústria da moda vem do desperdício de matérias primas e da quantidade de lixo gerada com o descarte de roupas. Estima-se que um caminhão cheio de sobras de tecido seja queimado ou jogado fora a cada segundo. Uma alternativa que contribui para a redução deste problema é o upcycling, modelo de produção que propõe o reaproveitamento de tudo o que é produzido. O objetivo é evitar o desperdício de materiais úteis, reduzindo o consumo de novas matérias-primas durante a criação de produtos e o consumo de energia, a poluição do ar e da água e as emissões de gases de efeito estufa.

Criações de Ana Cláudia Vidgal, designer que desenvolveu uma coleção inteira com aproveitamento de refugo têxtil. Foto: Isabela de Magalhães
Criações de Ana Cláudia Vidgal, designer que desenvolveu uma coleção inteira com aproveitamento de refugo têxtil. Foto: Isabela de Magalhães

O upcycling pode ser feito por meio da ressignificação de peças já existentes, pelo aproveitamento de materiais que seriam descartados ou mesmo pelo uso das sobras da confecção do vestuário. O termo não é um sinônimo de reciclagem: na verdade é visto como uma evolução do conceito da continuidade do ciclo de vida de um produto. O processo de reciclagem envolve processos químicos, o upcycling não.

A primeira vez em que o termo foi usado foi em 1994, por um empresário alemão chamado Reine Pilz. Mas foi em 2002 que o “upcycling” apareceu em um livro (Cradle to Cradle) e ficou mais conhecido pelo público. Nos últimos anos, com o “boom” da busca pela sustentabilidade e da tomada de consciência na moda, o termo tem ganhado destaque e provocado o surgimento de marcas voltadas para esse segmento.

Economia Circular

O upcycling é um método que se aproxima do conceito de economia circular. A economia linear, que é a praticada normalmente, é estruturada no processo de: extrair > produzir>descartar. Esse sistema é baseado em recursos finitos. A longo prazo, isso acarreta no risco do esgotamento das matérias-primas e custos cada vez mais altos em sua extração. A economia circular, por sua vez, mantém em circulação os recursos que extraímos e produzimos. Com isso, o destino final de um material não é uma questão de gerenciamento de resíduo, mas sim do processo de design. Nessa cadeia, o design é capaz de dar novo significado ao que poderia ser visto como lixo, ou até mesmo desenvolver produtos que não gerem desperdício. O principal é eliminar o conceito de lixo, pensando em uma cadeia que preserve o valor de todos os materiais.

Revista Moda Sem Sacola

Saiba mais sobre o Upcycling na seção Re-cycle, com as matérias: Roupa Feita de Roupa e Upcycling de Café. Acesse a nossa revista clicando aqui.

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s