Entre os nós do Macramê

A partir de dois tipos de nós, é possível criar infinitas formas com as técnicas do Macramê. As peças feitas podem ser usadas na decoração de ambientes, em roupas de cama, mesa e banho, no vestuário e em bijuterias, bolsas e até calçados.

A artista Mariana Procópio encontrou a técnica há 10 anos: “Eu descobri através de um amigo que fazia pulseiras e me ensinou. Comecei fazendo acessórios clássicos e hoje eu já descobri o meu estilo, tem peças decorativas, às vezes quadros, em que a forma de tecer é todo o conceito da peça”. Ela conta que gosta de desenhos geométricos, simétricos, e de explorar tudo que a técnica possibilita. Para ela, o Macramê é primitivo e não demanda muitos materiais. Com a mão, o material (que pode ser qualquer tipo de fio que permita a amarração) e os dois pontos, “Macramê” e “Festonê”, pode-se criar outros pontos secundários e desenvolver peças variadas.

mariana-procópio-isabela-de-magalhães-moda-sem-sacola
Detalhe de uma das peças confeccionadas por Mariana Procópio.

Desde que descobriu a técnica, Mariana fica encantada com as surpresas que o Macramê proporciona. “O que você cria de regra lá no início, vai dar uma coisa lá embaixo que você não sabe o que é. Então você é sempre surpreendido. É uma paixão ver aquilo sendo construído na frente dos teus olhos.”

Hoje, a artista divide seu encantamento com os alunos da Escola Municipal Menelick de Carvalho, localizada no Bairro Retiro, em Juiz de Fora, onde teve a oportunidade de dar aulas voluntariamente para quase 50 crianças e adolescentes. Para ela, essa técnica conquista as pessoas. “Na escola todo mundo tem pulseira, eles são malucos no macramê! A minha proposta é que eles se desenvolvam a partir do macramê, não que necessariamente o macramê se desenvolva.” Mariana conta que, com o Macramê, é possível trabalhar a paciência, determinação, força de vontade. “Inicialmente, não é fácil mesmo, mas depois que os alunos vão conseguindo fazer, dá uma sensação muito legal pra eles, que estão conseguindo concluir alguma coisa.”

macrame-isabela-de-magalhães-moda-sem-sacola (21)
Mariana divide sua paixão pelo Macramê com alunos da Escola Municipal Menelick de Carvalho

Alguns alunos já estão se desenvolvendo muito e até inventando pontos. A ideia de dar aulas partiu de Mariana e foi recebida de braços abertos pela escola. “Eu sempre tive muita vontade de ensinar, mas de ensinar pra essa galera que não tem muitas possiblidades. E é uma coisa que eu sei que é muito conectada com o mundo jovem. Então eu achava que poderia ser de uso legal para eles, esse fato de ser fácil, de não precisar de ferramentas, da ferramenta ser a própria mão. De cara eles já amaram e eu faço campanhas para conseguir linha para eles e tudo”, conta.

A diretora da escola, Rozane Gomes Aleixo, contou que a recepção dos alunos foi ótima. “Nossa, os alunos aqui gostam muito de atividades manuais. Os que se destacam, podem, no futuro, fazer disso uma atividade financeira, e mesmo aqueles que não conseguirem, vão estar trabalhando as habilidades deles, o que é muito interessante. A gente vem trabalhando na valorização das atividades manuais assim, artísticas.”

macrame-isabela-de-magalhães-moda-sem-sacola (76)
Além de aprender a técnica, o grupo fortaleceu a amizade durante as aulas.

Nos dias de aula de Macramê, o clima é descontraído, mas a atividade é levada a sério. O grupo de alunos parece ter fortalecido os laços de amizade entre os nós das linhas, e, da mesma forma, a relação com a professora também é de cumplicidade e sintonia. “Tenho uma aluna, Carolina, ela já é rainha do macramê, ela já tem o dom, já faz altas coisas. E uma vez ela falou: ‘Professora, que isso, já fiz macramê na linha de varal lá em casa. Isso é pior que droga, é um vício!’. E eu chego na escola e ela me abraça dizendo: ‘Muito obrigada, quanta coisa boa você me ensina!’”.

A Moda Sem Sacola acompanhou de perto uma dessas aulas. Na galeria abaixo, você pode conferir os nossos registros. 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Isabela de Magalhães

Saiba mais na Revista Moda Sem Sacola

 

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s